A REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA consiste na inclusão da parte da cidade que se encontra na clandestinidade ou irregularidade no contexto geral da cidade legalizada e urbanizada.
A regularização dos aspectos urbanísticos facilita o acesso aos serviços fundamentais como rede de distribuição de água , de energia elétrica e de esgotos e aos sistemas de educação e saúde, melhorando a qualidade de vida da população.
A regularização fundiária, voltada para a questão urbana, trata de melhorar as condições de ocupação de terra, provendo a área de infra-estrutura adequada ao assentamento urbano.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

A Tecgeo tem o prazer de trabalhar nesta área, oferecendo alguns serviços, tais como:

Consultoria na área de TI e Geoprocessamento
Prestamos consultoria para elaboração de planos diretores, definição de ações, aquisição de softwares, hardwares e soluções para empresas públicas e privadas.

Processamento Digital de Imagens
O objetivo do PDI é melhorar o aspecto visual de certas feições estruturais para o analista humano e fornecer outros subsídios para a sua interpretação, inclusive gerando produtos que possam ser posteriormente submetidos a outros processamentos (FONSECA et al., 2000).

Conforme Silva (2001), a função primordial do processamento digital de imagens de sensoriamento remoto é a de fornecer ferramentas para facilitar a identificação e a extração da informação contida nas imagens, para posterior interpretação.

Nesse sentido, sistemas dedicados de computação são utilizados para atividades interativas de análise e manipulação das imagens brutas. O resultado desse processo é a produção de outras imagens, estas já contendo informações específicas, extraídas e realçadas a partir das imagens brutas. Os procedimentos e técnicas aplicados pelos softwares de PDI objetivam melhorar o poder de discriminação dos objetos e corrigir distorções.
Principais correções aplicadas em imagens: Correção Geométrica e Correção Radiométrica.

Correção Geométrica ou Georreferenciamento de Precisão: Responsável pela localização exata sobre o terreno, baseado em pontos coletados em campo e na cartografia existente.

Correção Radiométrica: Responsável pela correção das degradações provocadas pelo desajuste na calibração dos detectores de imagens, erros esporádicos na transmissão dos dados e influências atmosféricas. É uma das mais importantes fases do processamento digital, pois caso estas imperfeições não sejam removidas poderão mascarar resultados imprecisos.

Levantamentos de Campo
Levantamento topográfico, é um conjunto de operações com a finalidade de determinar a posição relativa de pontos na superfície terrestre. As determinações dão-se por meio de medições lineares e angulares, ligando os pontos descritores dos objetos a serem representados com posterior processamento em modelo matemático adequado.
Partindo-se do conceito de que Topografia é um caso particular da Geodésia, pode-se afirmar que os métodos planimétricos, com fins de levantamento, implantação ou posicionamento, devem ser encarados sumariamente como aplicações da geometria plana.
O levantamento de campo pode ser realizado por diferentes equipamentos de GPS ou estação total.
Seu uso está intrinsecamente associado a atividades de posicionamento global. Quer sejam em áreas urbanas para identificação de invasões de terrenos, medições de áreas específicas para implantação de equipamentos urbanos, regularização fundiária (incluir um link sobre o que é *), implantação de novos loteamentos, etc. E também em áreas rurais para, por exemplo, identificar limites de propriedades ou qualquer outra informação que se faça necessária aos resultados que se espera alcançar.

Ortorretificação
Segundo SCHOWENGERDT (1997), a ortorretificação é o processo de correção da imagem, pixel por pixel, das distorções causadas pelo relevo, fazendo com que a imagem seja representada em perspectiva ortogonal. A ortorretificação é uma correção geométrica extremamente necessária em imagens de sensores remotos, especialmente quando as imagens representam superfícies bastante irregulares e com declividades acentuadas.
Este processo de correção é necessário principalmente pelo fato de que as imagens de satélites são obtidas por meio de perspectiva central, ou seja, são representadas em projeções cônicas.

Mosaicagem
A mosaicagem é um passo de fundamental importância na produção de uma ortofoto de boa qualidade. Quando usamos várias fotos, através de uma montagem, o produto é denominado de mosaico. O mosaico de imagens tem a finalidade de juntar duas (ou mais) imagens para gerar uma imagem maior. Desta forma, uma visão completa das cenas coletadas pelos sensores pode ser obtida. Este processo é utilizado quando a área de estudo é maior que a cena disponibilizada pelo satélite.

Fusão de imagens
As técnicas de fusão de imagens de satélite de diferentes resoluções espaciais visam obter uma imagem melhorada, com melhor definição dos detalhes espaciais, o que possibilita melhor interpretação visual e análise automática ou semiautomática.

Geração de Modelos Digitais do Terreno (MDT)
É uma representação matemática da distribuição espacial ligada a característica de um fenômeno vinculada a uma superfície real. A superfície é em geral contínua e o fenômeno que representa pode ser variado. Dentre alguns usos do MDT pode-se citar (Burrough, 1986):

  • Armazenamento de dados de altimetria para mapas topográficos;
  • Análises de corte-aterro para projeto de estradas e barragens;
  • Elaboração de mapas de declividade e exposição para apoio a análise de geomorfologia e erodibilidade;
  • Análise de variáveis geofísicas e geoquímicas;
  • Apresentação tridimensional (em combinação com outras variáveis).

Para a representação de uma superfície real no computador é indispensável a criação de um modelo digital, podendo ser por equações analíticas ou por uma rede de pontos na forma de uma grade de pontos regulares e ou irregulares. A partir dos modelos pode-se calcular volumes, áreas, desenhar perfis e seções transversais, gerar imagens sombreadas ou em níveis de cinza, gerar mapas de declividade e exposição, gerar fatiamentos em intervalos desejados e perspectivas tridimensionais.

Conversão de Dados
A conversão de dados é o processo de transferir os dados para um formato que seja aceitável ao uso de geotecnologia. A conversão de dados pode economizar tempo e recursos valiosos. Além disso, o processo de conversão de dados fornece uma excelente oportunidade de avaliar os seus dados atuais e de tomar as decisões a respeito de quais dados devem ser convertidos ou que dados precisam ser revistos.
Convertemos CAD em GIS, Shape em Geodatabase, planilhas em bancos de dados, etc.

Restituição/vetorização
Restituição ou Vetorização é o processo de geração de arquivos gráficos com dados vetoriais, utilizando softwares específicos.

Georreferenciamento
Georreferenciamento de uma imagem ou um mapa ou qualquer outra forma de informação geográfica é tornar suas coordenadas conhecidas num dado sistema de referência. Este processo inicia-se com a obtenção das coordenadas (pertencentes ao sistema no qual se pretende georreferenciar) de pontos da imagem ou do mapa a serem georreferenciados, conhecidos como pontos de controle. Os pontos de controle são locais que oferecem uma feição física perfeitamente identificável, tais como intersecções de estradas e de rios, represas, pistas de aeroportos, edifícios proeminentes, topos de montanha, entre outros. A obtenção das coordenadas dos pontos de controle pode ser realizada em campo (a partir de levantamentos topográficos, GPS – Sistema de Posicionamento Global), ou ainda por meio de mesas digitalizadoras, ou outras imagens ou mapas (em papel ou digitais) georreferenciados.

GED
Se você tem dificuldade em organizar seus documentos e seus processos, temos a solução para o seu problema – GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos). Ter um sistema de GED, Gerenciamento Eletrônico de Documentos, em sua empresa não significa somente guardar arquivos eletrônicos. É a tecnologia do GED que torna o eBusiness uma realidade, pois alicerça todas as informações referentes a qualquer etapa de qualquer processo de negócio.

Com o GED e a ESRI é possível ter no seu mapa a localização necessária e os documentos vinculados de forma fácil e ágil. Em poucos segundos você consegue identificar o seu cliente no mapa e achar os documentos que você procura referentes ao mesmo. Como maiores benefícios na adoção da tecnologia GED estão o aumento de produtividade, redução de custos, compartilhamento das informações e melhor tomada de decisões.

 


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Parceiros
Twitter